Fonte da Senhora por Messenger

Medidas de Prevenção da COVID-19

Auto Monitorização de Sintomas

Auto monitorização de sintomas

Porquê?

A temperatura ≥ 38.0oC (febre), a tosse persistente (ou agravamento da tosse habitual) e a dispneia / dificuldade respiratória são os sintomas comuns daCOVID-19. A auto monitorização destes sintomas (pelo trabalhador) permite identificar Casos Suspeitos de COVID-19 e encaminhar para os necessários serviços de saúde. Sempre que se identifica um trabalhador com COVID-19, caberá à Autoridade de Saúde, em estreita articulação com o médico do tra-balho da empresa, identificar os respetivos contactos e adotar medidas de descontaminação que evitem a transmissão da doença na empresa.

De que forma?

Em termos gerais, os trabalhadores devem efetuar a auto monitorização de sintomas da COVID-19 através da medição da temperatura e pela confirma- ção da ausência de sintomas respiratórios (agravamento da tosse habitual e dispneia / dificuldade respiratória). Na existência de sintomas o trabalhadordeverá dirigir-se para a área/sala de isolamento da empresa e adotar os pro- cedimentos estabelecidos na Orientação n.o 06/2020, da DGS.

Como?

  • Incentive os trabalhadores que tiverem sintomas da COVID-19 a fica- rem no domicílio e a contactarem o SNS24 (808 24 24 24), comunicandoesta situação às respetivas chefias.

  • Sensibilize TODOS os trabalhadores para, diariamente, procederem à auto medição da temperatura corporal e confirmarem a ausência de tosse persistente ou de dificuldade respiratória, antes de iniciarem o trabalho.

  • Adquira termómetro(s), preferencialmente, digital(ais) ou por infra- vermelhos, de forma a evitar o contacto cutâneo.

  • Informe TODOS os trabalhadores que se desenvolverem um quadro respiratório agudo de tosse (persistente ou agravamento de tosse habi- tual) OU febre (temperatura ≥ 38.0oC) OU dispneia / dificuldade respira- tória, este é um Caso Suspeito de COVID-19, pelo que se devem dirigir para a “área de isolamento” da empresa e contactar o SNS24 (808 24 24 24).

  • Confirme que TODOS os trabalhadores sabem agir numa situação de Caso Suspeito a COVID-19 e reforce esta informação sempre que necessário.

  • Afixe posters informativos ou utilize outros meios e plataformas di- gitais que alertem para o contacto do SNS24 (808 24 24 24) e para os sintomas da COVID-19.

  • Alerte os trabalhadores que tomam paracetamol, ibuprofeno ou as- pirina que estes e outros medicamentos podem mascarar sintomas da infeção, pelo que deverão ter especial atenção ao seu estado de saúde.

  • Combine as medidas anteriores com outras formas de comunica- ção adicionais transmitidas em reuniões, intranet, ações de sensibiliza- ção, entre outras que esclareçam o trabalhador da importância da auto monitorização de sintomas, para o próprio, para a empresa e colegas, assim como para a sua família.

Fonte: https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/04/Manual_SO_Empresas-2a.pdf